SUA FACE, SEDUZIDA PELA LUA. SEUS OLHOS, VEM A SABER O POÇO.

001

Face oculta da Lua por Kaligula Runavigonark, 2018

XVIII – MOON – SHUGARA
Um sapo revela cabeças humanas,
de dentro de sua boca
Campos pálidos lavrados,
E arvores brancas cobertas de neve
Sua face,
seduzida pela Lua
Seus olhos,
vêm a saber o Poço
Tome o caminho da escada espiral
para encontrar a Sala Azul…
(CAELETHI)

Anúncios

POEMAS DO CAELETHI (THE BLACK BOOK OF SATAN ) TRADUÇÃO BALOBIANA

Por Kaligula Runavigonark

O presente trabalho de tradução não tem intenção de ser literal, logo algumas alterações no texto foram feitas pra dar sequência a cadência poética e ajudar a invocações e declamações. Estes poemas baseados no Tarot Sinistro da ONA e suas correspondências com os Deuses Negros foi feito por Christos Beest, e seu trabalho como um todo, pinturas, música e escritos, são minhas maiores influências para o caminho Balobiano. Apesar de ser muito agradecida ao trabalho de tradução de outros tradutores dos textos da ONA e também destes poemas, senti a necessidade de colocá-los em um molde mais poético sem que houvesse grandes mudanças do sentido e de sua essência. (mais…)

DRÁCULA: ALQUIMIA E VAMPIRISMO

The Impaler

The Impaler by Erica Frevel


Por Phyrexian

“Drácula”, livro do escritor irlandês Abraham Bram Stoker é um dos, senão o mais, famoso conto de vampiros escritos no mundo, com diversas adaptações cinematográficas – incluindo uma versão com Bela Lugosi, que imortalizou o ator e uma versão de 1992 com Gary Oldman sob a direção de Coppola. 

O personagem título deste romance é baseado em um personagem real: Príncipe Vladislav Tepes III. Nascido em 8 de Novembro de 1447 em Sighișoara, era o irmão do meio de três – Mircea II e o mais novo sendo Radu, o Belo. Conde Vlad governou a Valáchia, região da Romênia ao norte do rio Danúbio e ao Sul dos montes Cárpatos (uma sólida cadeia de montanhas) na região conhecida como Transilvânia, “entre as florestas”.
(mais…)

FORMA ORIGEM DA ÁRVORE DO WYRD  – PARTE I

 

27971690_856321914574889_48851452350032604_n.jpg

A Grande Teia dos Fenômenos por Kaligula Runavigornark, 2018


Algumas anotações e analogias sobre a forma da Árvore do Wyrd e a sua correlação com o mythos nórdico


Por Kaligula Runavigonark
Colaboração: Ajax Sirius

A palavra wyrd tem sua origem na cultura Anglo-Saxónica e, portanto alguns conceitos fundamentais sobre a filosofia das Tradições Nórdicas devem ser compreendidos inicialmente. Nela se encontram os aspectos básicos da espiritualidade nativa dos povos antigos que habitavam o norte da Europa, área onde se atualmente encontram localizados: Holanda, Alemanha, Países Bálticos, Escandinávia, as ilhas Britânicas, as ilhas Faroé e a Islândia. (mais…)

O Planeta Deles e a primeira gota em um deserto branco

mactoron

O lar das Estrelas por Kaligula Runavigonark, 2018



IV : Mactoron
Ela rema um bote em um poço negro

Dos Seus passos:
A Hermafrodita,
o corpo afogado
O Planeta Deles
E a primeira gota
Em um deserto branco
Em águas claras
Aktlal Maka
(CAELETHI)

Meditação em Nythra

001

PainNythralood por Kaligula Runavigonark, 2018


Nythra é o Deus Sombrio Hierofante da Grande Fuga, o destino de cada uma das criaturas dos quatro mundos; dos reinos humano, animal, vegetal e mineral. “A morte”. Ela é o Deus Sombrio não apenas da “morte física” sem retorno, mas também da “vida sombria” igualmente sem retorno. Sendo assim “mais uma fuga” da vida ordinária, que sabermos ser a atual tendência, e que o Satanista Sinistro tenta mudar mesmo através da força. Nythra se encontra entre a influência da Lua e de Vênus nos caminhos da Árvore do Wyrd, ambos planetas correspondem a vida sombria do submundo (i.e mundo inferior), o compendium das energias sinistras na sua forma mais secreta. (mais…)

Sobre amor e lealdade

 

ML_3

Macabre Waltz por Jim Murray


“Jamais ame nada que não possa assistir morrer”
– 21 Pontos Satânicos, Codex Saerus.

O Amor é incontrolável. Simplesmente pula em nós, sem permissão. Nós não podemos “ligar e desligar” ele. E por estar tão distante de nossa compreensão e controle, pode ser aterrador. Para subjugar este medo, a Lealdade é necessária.

Vinte anos atrás, na Índia, se um homem morria antes de sua esposa, era esperado que ela se atirasse na pira funerária, para mostrar que ela era leal a ele. Se ela falhasse em fazê-lo, ela era desprezada pela família dele e pela comunidade, sendo taxada como desleal e não tendo amado o marido. (mais…)